A crise na música Pentecostal

Ritmo aclamado nas igrejas pentecostais - em especial nas Assembleias de Deus - a música pentecostal vem passando por um momento muito delicado. As canções não acontecem e, aos poucos, outros estilos estão tomando conta dessas igrejas tradicionais.

Quem viveu os anos 80,90 sabe que tivemos um crescimento muito grande da música pentecostal que depois evoluiu para outros estilos. Shirley Carvalhaes, Mara Lima e Rose Nascimento despontaram nesse cenário como grandes intérpretes. Elas lançaram grandes e inesquecíveis hits. 

No final dos anos 90 e início dos anos 2000 foi a vez de Cassiane, Lauriete e Elaine de Jesus revelarem suas vozes para todo Brasil e mais uma vez o pentecostal se reinventou e conquistou ainda mais público. CDs como 'Com Muito Louvor', 'O Segredo é Louvar' e 'Até o Fim' foram cantados do começo ao fim. Os anos se passaram e elas conseguiram manter o estilo em alta (por alguns anos).

Em meados dos anos 2008 e 2009 foi a vez de Damares aparecer e levantar o estilo, tal como aconteceu no início da década de 2000. 'Sabor de Mel' virou referência para muitos outros cantores. Nesse meio tempo tivemos gratas surpresas como 'Fidelidade' de Danielle Cristina e 'Abra os Meus Olhos' de Jozyanne.

O tempo foi passando e o estilo foi ficando desgastado (em especial pelo estilo 'sabor de mel' que insistia em permanecer nos repertórios de praticamente todos os cantores). E aí Anderson Freire apareceu e levantou o pop pentecostal com os CDs 'Identidade' e 'Raridade'. Mas o tempo passou e conforme a lei da gravidade ensina: tudo que sobe tem que descer, então vimos Damares e Anderson Freire patinarem nos repertórios. Ainda bem que surgiu 'Santificação' de Elaine Martins e, mais recentemente, 'Deixa eu te usar' de Sarah Farias. Mas desde então estamos sem novidades.

Com canções muito parecidas, poucos nomes da composição em alta e temas muito batidos, o pentecostal está estagnado, precisando de uma novidade - de um novo momento. Ainda bem que historicamente a novidade sempre apareceu e estamos no aguardo dessa nova fase. Os louvores estão medianos demais, com refrões curtos e repetitivos - tanto que as vezes temos a impressão de estar ouvindo mais do mesmo.

O público cobra o retorno (triunfal) de Cassiane e Elaine de Jesus que mesmo tentando não conseguem mais acertar no repertório como antes. E aí surge a pergunta: Será que teremos cantores famosos se reciclando para colocar o pentecostal de novo em ascensão ou está no momento de surgir um novo nome do pentecostal nacional?

Tiago Terciotty l Olhar Pentecostal
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

14 comentários

Clique aqui para comentários
3/6/17 3:54 AM ×

EU CONCORDO E GOSTO DO PENTECOSTAL , E MESMO COM A ENTRADA DE RITIMOS DIFERENTES EU NÃO GOSTO . NÃO COMBINAM OUTROS ESTILOS DENTRO DA IGREJA

Balas
avatar
admin
3/6/17 5:23 PM ×

Shirley Carvalhaes sempre teve um repertório muito bom e aclamado, mas reconheço que esse seu mais novo CD, deixou um pouco a desejar neste quesito. Mas a rainha vem aí e mais uma vez, nos surpreenderá com algo maravilhoso e ungido. Agora que não está mais na Sony e com total liberdade de sua obra, aguardamos muita coisa boa.

Balas
avatar
admin
Anônimo
3/6/17 8:56 PM ×

Na verdade, os anos de ouro da música pentecostal, bem como seus maiores singles e discos, eram feitos sem pretensão de sucesso, haja visto que os tempos eram outros e não existia "marketing", "mídia" etcetera e tal no gospel, porém, ao perceber que o pentecostal movia maior parte do mercado fonográfico evangélico e que o povo cristão dava lucro, passaram-se a produzir discos para vender, preparam artistas crus espiritualmente falando, corrompidos na fé, para vender discos. Paralelo a isso tudo, nas igrejas, o amor esfriava, o temor se acabava e os escândalos cresciam. Depois da Danielle Cristina ganhar notoriedade com Fidelidade não existem mais artistas considerados ícones, artistas que todo e qualquer disco seu arranque elogios, suspiros, lágrimas e arrepios, como era com a Cassiane na sequencia de discos que sucediam Com Muito Louvor até a queda em Viva. Vimos a música pentecostal fazer sucesso na contra-mão da mídia, do marketing, do casting artístico da gravadora que é pioneira e da que é universal, vimos o pentecostal fazer sucesso na voz de Sarah Farias, Samuel Mariano, Alisson e Neide, Canção e Louvor... artistas desconhecidos até então, longe desse mundo midiático, programado e projetado pro sucesso. Do anonimato, sim. Sempre que penso qual será o próximo grande sucesso pentecostal imagino de onde virá. A gente vive num mundo muito frio, e música pentecostal tem de ser quente, e só o Espírito Santo tem esse fogo necessário, qualquer coisa que se chame pentecostal sem Ele é, na verdade, mais uma fórmula (fracassada) pra vender.

Balas
avatar
admin
Anônimo
4/6/17 7:45 AM ×

Já Lauriete acerta no repertório e erra na produção rs

Balas
avatar
admin
5/6/17 2:59 PM ×

Não podemos esquecer do pentecostal Samuel Mariano,que mesmo falado é ótimo de ouvir. Gislaine e Mylena também tem lançados CDs ótimos mais a MK não aposta tanto.Alisson & Neide também prometem agradar.

Balas
avatar
admin
Anônimo
6/6/17 10:48 AM ×

A musica pentecostal para mima melhor, porém vemos muitas cantoras pentecostais aderindo a outros ritmos, como por exemplo o novo cd da Damares, nele contém varias canções de adoração, são boas canções porém eu ainda prefiro ver a Damares cantando pentecoal, e também é perceptível que quando a cantora vai se apresentar, a musica não permite que ela ministre com tanta autoridade, Damares se sente presa.

Balas
avatar
admin
8/6/17 7:47 AM ×

acho que deveriam surgir novos nomes na musica pentecostal, pois todos que faziam sucesso e alavancaram a musica pentecostal ante ja nao sao mais os mesmos nem fazem mais sucessos..e dificilmente vao retornar a fazer...
e na minha opiniao como cristao o "sucesso" vem da parte de DEUS, quem faz tudo é DEUS.. esses cantores de hj estao muito comercial ja ganharam a vida e ja nao tem a mesma preocupação com a obra de DEUS..

Balas
avatar
admin
Anônimo
9/6/17 8:57 PM ×

Ainda compro CDs. Mas acho que Lauriete ainda não saiu do estilo. E ainda ela trás um pouco das raízes sem apelar muito para modinha. Infelizmente esse estilo pentecostal está se tornando raro.

Balas
avatar
admin
Anônimo
10/6/17 7:33 PM ×

Eduardo Schenatto vem acertando em cheio no masculino. Os seus dois CDs são sucesso. Creio que salvará em diante esse estilo. BrenoDs

Balas
avatar
admin
18/6/17 3:55 PM ×

Eu sou pentecostal. Alem de de Sarah Farias a cantora Sandra Pires tbm conteibuiu com poderosamente vivo para q o pentecostal continuasse

Balas
avatar
admin
20/6/17 12:49 PM ×

Nós temos bons cantores no ramo pentecostal, ultimamente so se valorizam cantores do eixo sul e sudeste. Cantores pentecostais aqui no nordeste que são valorizados nas igrejas e não tão divulgado na mídia como: Chagas Sobrinho, Alice Maciel, Eliã Oliveira, Gerusa Barros e entre outros.

Balas
avatar
admin
21/6/17 8:02 PM ×

Sou Regente de departamento Feminino e temos recorrido a excelentes cantoras pernambucanas que tem trazido belíssimos louvores com letras fortes e o mais importante com base bíblica!!

Balas
avatar
admin
22/6/17 6:08 PM ×

O pentecostal não está em crise coisa nenhuma nas igrejas mesmo trm se cantado Canção e Louvor, Samuel Mariano, Eliã Oliveira, Flor delis, Alisson e Neide, Sarah Farias, etc.

Balas
avatar
admin

O Olhar Pentecostal sempre traz as melhores novidades do meio pentecostal e também sempre abre espaço para que o público possa opinar.
Mesmo aceitando todo tipo de pensamento livre, iremos manter a moderação de publicação prezando sempre pelo respeito e organização. Desde já agradeço a todos! Mostrar Conversão Esconder Conversão Mostrar Emoticon Esconder Emoticons

Obrigado pelo seu comentário