Olhar Pentecostal analisa "Brilha Deus" de Suellen Lima

'Brilha Deus' é o 13º CD inédito da cantora, compositora, musicista e empresária Suellen Lima. O projeto foi lançado pelo selo Sony Music e conta com 11 faixas que mesclam o pop pentecostal com estilos mais congregacionais.

Com produção de Adilson K. Rodrigues e sob supervisão da produtora Melody Gospel, o disco apresenta canções fortes com mensagens marcantes. Portanto, sem mais delongas, vamos analisar faixa por faixa.

'Brilha Deus' é a canção que dá as boas vindas ao CD. A música tem uma mensagem simples e direta 'quem tem que brilhar é Deus', ressaltando que somos vasos e que Ele é o merecedor de toda glória. Eu tive a oportunidade de ouvir a canção na voz das compositoras, Gislaine e Mylena, e confesso que a Suellen e o Adilson (produtor) conseguiram dar uma ar bem pentecostal que não tinha na versão 'original' por assim dizer. Gostei do resultado, gruda na mente (embora eu não seja tão fã de refãos curtos e com muita repetição). A 'ponte' (trecho adicional com mais pegada quase na final) deu um brilho maior e tornou a canção mais forte.

'Não Negaremos' traz uma letra verdadeira sobre uma triste realidade citando o império do mal, caos, depressão e a rejeição da cruz, mas enaltece a importância da igreja assumir seu papel diante dessa atual situação. Minha crítica segue a linha da observação do refrão de 'Brilha Deus', pois tem muita repetição de 'Não negaremos, não negaremos não...' e isso torna a faixa um tanto quanto cansativa. A composição é de Eduardo Schenatto.

'Uma Pedrinha' foi escrita por Tony Ricardo e apresenta a primeira letra reflexiva com toque poético do disco. A analogia é feita com a história de Davi diante do gigante Golias que é encarado como um grande desafio/obstáculo. Versando sobre o poder de Deus a canção destaca que se formos usados como aquela pedrinha nas mãos de Davi será possível vencer e alcançar o milagre desejado. É boa de ouvir.

'Quer ser Santo' aborda o tema da santificação. Tony Ricardo escreve sobre a decisão daquele que escolhe ser santo mesmo diante das adversidades. O refrão segue a linha das duas primeiras faixas, ou seja, é bem curto e com frases que se repetem (e eu repito também - não curto muito essa construção musical). Os arranjos e, em especial, o back vocal ficaram bem bacanas. 

'A Informação' é um diálogo que, primeiramente, retrata a passagem bíblica do cego que clamou a Jesus e foi curado e depois traz esse conceito para os dias de hoje ressaltando a presença de Jesus e tudo que Ele pode fazer. A composição é Marcos e Mateus e os arranjos lembram o estilo pentecostal sertanejo de antigamente. Não é uma das minhas favoritas, mas é legal.

'Vai ser em Abundância' (Canção e Louvor). A letra nos leva para atmosfera do milagre da pescaria que foi em abundância depois que Jesus ordenou que jogassem a rede do outro lado - esse conceito também é trazido para a primeira pessoa declarando (em tom profético) que vai ter milagre na sua vida. Os arranjos ficaram bem trabalhados - guitarra e bateria tem seus momentos de destaque. É bem pentecostal.

'Gritai' começa com uma narração da história de Josué e o muro de Jericó e a canção se mantém firme na passagem bíblica com foco no trecho em que o povo gritou para a derrubada do muro e é aí que a faixa se desenrola. A melodia da primeira estrofe é bem harmônica e parece ter uma construção simétrica. Chegando no refrão a faixa declara 'gritai' para vencer os obstáculos. 'Quando a igreja clama unida a muralha vira pó' é um dos trechos que representam bem a mensagem da canção. Um ponto que precisamos destacar é a declamação de Suellen Lima que apresenta um tom 'beeem' pentecostal. Aliás é preciso fazer um parenteses para lembrar que, mesmo sendo uma cantora pentecostal, a Suellen Lima não tem aquelas características comuns de pentecostais, pois ela tem um jeito doce de falar e cantar - e muito me surpreendeu a força que ela empregou na declamação e eu gostei do resultado. Já o refrão eu acho meio fraco e esse negócio de ficar gritando não é tão legal (sem pedir pra gritar o povo já faz um auê, imagina pedindo, srss #oremos). A composição é de Moises Clayton.

'Ainda estou a te esperar' também foi escrita por Moises Clayton e fala para os desviados em alusão a parábola do filho pródigo. A mensagem é simples, direta e emocionante destacando a vontade do Pai em ter seu filho sempre por perto. Essa é a segunda canção mais sentimental do disco e uma das minhas favoritas.

'As Lágrimas Falam' também vem para emocionar. A primeira estrofe vem com um arranjo mais lento e simples (cassando perfeitamente com a mensagem). Em seu desenvolvimento a letra vai destacando que as lágrimas falam mais que as palavras. Mais uma vez a cantora me surpreendeu colocando na lista das minhas favoritas essa canção - que não é altamente pentecostal, mas tem uma profundidade encantadora. A única coisa que achei falta foi de um momento mais silencioso do meio para o final, pois os arranjos ganham força e como o tema é 'lágrimas' acho que teria ficado legal se existisse um momento mais calmo tipo só a cantora e o back, sem arranjos, para dar uma pegada diferente.

'Perfume da Adoração' também vem recheada de fatos históricos. A narrativa fala sobre a mulher que deu o seu melhor - quebrando o vaso de alabastro para lavar os pés de Jesus. A canção tem cara de canções tipicamente pentecostais. Eu gostei.

E para encerrar o disco temos a canção 'Meu Justificador' que tem em seu início uma boa 'jogada' que retira o arranjo quando a cantora diz 'eu me calei' e, embora, o título nos sugira algo que fale do justificador, o refrão muda e fala na primeira pessoa declarando 'eu vencerei'. Achei a canção mediana e sem muito brilho para ser a última do repertório - uma canção mais animada seria uma boa pedida para encerrar em alto estilo.

CONSIDERAÇÕES FINAIS:

O CD 'Brilha Deus' surge para encarar o desafio de seguir o padrão criado pelo 'Impacto', mas ao mesmo tempo apresenta algo diferente, com outra pegada. Por isso a comparação entre os dois fica até complicada.

Sobre a capa: Tecnicamente falando; ficou bem feita. Visualmente falando; também agrada. Minha crítica fica sobre a escolha do título e dificuldade temática. Sabendo que 'Brilha Deus' apresenta como mensagem principal a frase 'quem tem que aparecer não sou eu', a capa parece não seguir a mesma linha, até porque quando alguém se apresenta com um vestido verde com estampa de girassóis, é praticamente impossível 'não aparecer'.

O repertório veio diversificado, mas tenho que dizer o que repeti durante a análise - os refrões estão muito simples e não é só eles, as estrofes estão cada vez mais curtas. Vemos aí que o produtor tem que 'rebolar' pra não deixar a faixa cansativa (embora algumas estejam).

Não vejo nesse CD muitas canções para chamar de singles. Acredito, porém, que a faixa que dá nome ao CD foi realmente a melhor escolha para divulgação. O que mais me chamou atenção foram as canções mais introspectivas que, pra mim, se sobressaíram se formos comparar com as pentecostais.

Na minha lista de preferidas está: 'Brilha Deus', 'As lágrimas falam', 'Uma Pedrinha', 'Vai ser Abundância', Ainda estou a te Esperar'.

E você, já tem o CD?, o que achou?

Tiago Terciotty l Olhar Pentecostal
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

5 comentários

Clique aqui para comentários
11/9/16 7:50 AM × Este comentário foi removido pelo autor.
avatar
admin
11/9/16 8:06 PM ×

Melhor cd dela sem duvida.. So teve 3 faixas repeitivas..esse cd tem tudo pra se destacar. É uma dos melhores do ano..letras que falam. .. Arranjos internacionais ate de trilha sonora de filmes. . coral impecável. Nottaaa 1000 pro cd...

Balas
avatar
admin
14/9/16 5:11 PM ×

cara eu to aprendendo muito com vc eu penso da msma forma em relação a esses louvores de refrão curto... gostei muito desse cd mais como sempre tem que ter uns contras.. msmo assim esta um bom cd melhor q o da Elaine de Jesus...

Balas
avatar
admin
17/9/16 6:28 PM ×

Esse hino ainda estou a te esperar, está muito parecido com o ritmo de sou teu Deus, de Damares eu achei...

Balas
avatar
admin
27/10/16 4:58 PM ×

Simplesmente amei esse CD, as letras, os arranjos, destaque para: "Brilha Deus", "Não Negaremos" e "Quero Ser Santo" acho que estas tem grande chance de entrar nas Igrejas. Como foi enfatizado aqui, o CD trás uma ótima mensagem para a Igreja nos dias de hoje: "quem tem que brilhar é Deus". Enfatizo também a faixa "Ainda estou a te esperar" que está muito parecida com a "Sou Teu Deus" da Damares. Fora isso, tá perfeito! vou comprar assim que puder.

Balas
avatar
admin

O Olhar Pentecostal sempre traz as melhores novidades do meio pentecostal e também sempre abre espaço para que o público possa opinar.
Mesmo aceitando todo tipo de pensamento livre, iremos manter a moderação de publicação prezando sempre pelo respeito e organização. Desde já agradeço a todos! Mostrar Conversão Esconder Conversão Mostrar Emoticon Esconder Emoticons

Obrigado pelo seu comentário