A nova e triste geração de evangélicos

Hoje em dia ser evangélico é estar na moda. Há uns 15 anos atrás ser 'crente' era motivo de piada na escola, na vizinhança e até mesmo entre familiares. Os tempos mudaram e agora ser 'crente' é chique e ouvir música gospel é algo absolutamente normal.

Os evangélicos conseguiram representatividade e deixaram de ser uma minoria. Mas nessa evolução toda, me parece que muitos se perderam no caminho.

A nova geração de evangélicos se tornou bitolada, idólatra e extremista. O cristão da atualidade esqueceu os ensinamentos bíblicos e julgam sem medidas, dizem que qualquer coisa que gere lucro alheio é coisa da capeta, condenam qualquer um que seja contra sua orientação sexual, religiosa ou até mesmo social. O amor ao próximo e os ensinamentos de que Deus é amor, perdão e mudança ficaram no passado.

Quando o assunto é música gospel o que vemos é uma geração de idólatras que se descabelam por um artista ou outro. Perderam a noção de música boa e se apaixonaram pela pessoa que canta e não pelo que é cantado. Tecer criticas a algum cantor ou cantora, aqui no blog por exemplo, é uma ofensa sem tamanho para essas pessoas que querem o tal artista sempre no ponto mais alto do pódio e rodeado apenas de elogios.

Os novos 'crentes' se apaixonaram pelas mídias, em especial a televisão e internet. São pessoas que não perdem um capítulo da novela, mas fazem campanhas nas redes sociais para trocaram o nome de tal novela que exalta algum nome de santo. Esses crentes criticam a forma como os evangélicos são retratados nos folhetins e condenam o autor da novela se ele criar algum personagem que faça piadas envolvendo assuntos bíblicos. Se querem converter tudo a sua volta, porque não se convertam a si mesmos indo pra igreja e orando ao invés de ficar pregado na frente da tela?

Esses novos cristãos querem baladas evangélicas e muito 'sai do chão' nos inúmeros shows que ocorrem pelo Brasil. Essa nova realidade fez os 'crentes' esquecerem de orar pelos outros, fazer o bem ao próximo, praticar a caridade, dizer palavras de carinho e consolo. Fazem guerras santas em nome de Deus, mas não fazem praticamente nada do que Ele mesmo ensinou.

Fiz deste poste um desabafo, mas antes que também me critiquem quero lembrar que não generalizo todos os evangélicos dessas nova geração, pois sei que muitos tem compromisso e caráter cristão. Por isso aos que ainda sobrevivem aos modismos da atualidade quero dizer que continuem fazendo a diferença e que Deus ainda conta com vocês.

Tiago Terciotty l Olhar Pentecostal
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

14 comentários

Clique aqui para comentários
30/10/13 10:41 AM ×

Realmente Tiago, os tempos mudaram. Pra que tanta evolução se o crescimento sempre fica para trás? Achei muito lindo esse vídeo do Samuel e é uma ótima reflexão, não deixem de ver.

https://www.facebook.com/photo.php?v=740441105972425

Balas
avatar
admin
Anônimo
30/10/13 10:42 AM ×

a nova geração te deixa triste? a mim também, e digo mais, a antiga geração me deixa angustiada. Mesmo que a palavra de Deus diga que por aumentar a iniquidade o amor de muitos se esfriaria, fico boba com tanto parasitismo! Queria eu ter vivido mais a época em que "Círculo de oração" não era uma forma de chamar as irmas mais antigas da igreja, e sim, um grupo que se reunia constantemente e fazia o Círculo de Oração, que pelo que ouço, era parecido com o dia de pentecoste relatado em Atos. O que me resta é permanecer no que aprendi, não me conformar e tentar fazer a diferença! Paz!

Luana Bernardo

Balas
avatar
admin
30/10/13 1:15 PM ×

Sim os tempos mudaram, e não é de assustar que a igreja tenha mudado e em especial os jovens. A pregação que antes chamava o pecador a se converter dos seus erros e carregar a cruz de Cristo, hoje é pregada para trazer uma vida melhor. O egocentrismo tem crescido dentro e fora das igrejas fazendo com que cada um busque seus ideais sem importância com o que acontece a sua volta, falta amor, falta compromisso, falta foco, falta união, sobra arrogância, sobra falsidade, sobra frustração, sobra solidão. Não há forma de retroagir ao passado, temos que buscar na palavra a resposta para este tempo, pois a bíblia tem a direção certa para quem já determinou seu alvo. Cabe a cada um de nós fazer a escolha, a salvação é individual.

Balas
avatar
admin
Anônimo
30/10/13 5:17 PM ×

Matéria boa, faz agente refletir muito em nossos atos,e repensá-los ,que Deus nos dê forças para resistir as tentações do inimigo,e que possamos manter o foco na palavra de Cristo

Balas
avatar
admin
Andreia
30/10/13 8:34 PM ×

A paz do Senhor! Concordo com esta postagem, mas graças a Deus existem ainda verdadeiros adoradores. Muitos vão para um show por causa do cantor(a) e não para adorar a Deus. Ao invés de glorificar, gritam, choram, mas não choram pra Deus, não fala com Deus. Que Deus abençoe a você que faz parte dos verdadeiros adoradores.

Balas
avatar
admin
31/10/13 2:05 AM ×

Falei sobre isso no meu blog,a diferença da igreja antiga com a igreja moderna,os focos mudaram

Balas
avatar
admin
2/11/13 10:41 AM ×

Perfeito seu texto. Falou tudo que eu sinto e nunca consegui expressar. Mas, como disse alguem em outro comentário a geração antiga também me entristece.

Balas
avatar
admin
Anônimo
2/11/13 10:49 AM ×

Muito bom Tiago, concordo com vc em todas as palavras ditas aqui!! Apesar de eu ser um jovem de 21 anos pude viver minha infância dentro de uma igreja, quantas vezes na escola era motivo de piadas, onde naquela época para muitas pessoas era motivo de vergonha dizer que era crente!! Hoje está tudo mudado, igrejas cheias de pessoas sim, porém vazia de Deus, fria, onde se cair um alfinete no chão se escuta o barulho!! Glória a Deus e Aleluia nao existe mais... Que Deus venha ter misericórdia de nossas vidas!!!

Balas
avatar
admin
Anônimo
3/11/13 6:03 PM ×

Até os hinos de antes eram focados mais salvação, céu.
Hoje a maioria focam em massagear o próprio ego de certas pessoas, hinos vingativos, que só falam de vitória, vitória, vitória. Até da náusea.
É claro que todos queremos vitória, com certeza, mas é preciso focar em anunciar o evangelho de Jesus Cristo em sua essência.
Pessoal, nem tudo está perdido, ainda existem cristãos sinceros nesse planeta.
Guardemos o que temos para não perdermos nossa coroa.

Balas
avatar
admin
4/11/13 5:58 AM ×

Concordo com você. Ser cristão não é ir a um show, mas mudar de vida e se converter a Jesus.

Balas
avatar
admin
Anônimo
6/11/13 7:13 AM ×

Sinto vergonha de dizer que sou evangélica por conta dessas coisas que ocorrem em nosso meio. Prefiro dizer que creio no Senhor Jesus e tenho prazer em servi-Lo.

Balas
avatar
admin
Anônimo
7/11/13 4:35 AM ×

“A crise intelectual faz dos
evangélicos imitadores
culturais. Em vez de serem
originadores, passam à
adaptar a igreja o que
encontram no mundo. Perdem
a mente cristã e passam a
adaptar a musica, gostos,
valores e idéias ao padrão, ao
nomos do “povo”.” (AMORESE
Rubem – ICABODE Da mente de
Cristo à Consciência Moderna –
Viçosa : Ultimato, 1998 pág.
130).

Balas
avatar
admin
12/11/13 12:49 PM ×

Disse tudo Thiago! Aliás, eu ainda diria um pouco mais!

Balas
avatar
admin
Anônimo
20/11/13 10:31 AM ×

Os tempos mudaram mas Deus não mudou e ele zela pela sua Palavra para a cumprir... Quem tem ouvidos para ouvir, ouça o que o Espírito diz
às Igrejas!!!!

Balas
avatar
admin

O Olhar Pentecostal sempre traz as melhores novidades do meio pentecostal e também sempre abre espaço para que o público possa opinar.
Mesmo aceitando todo tipo de pensamento livre, iremos manter a moderação de publicação prezando sempre pelo respeito e organização. Desde já agradeço a todos! Mostrar Conversão Esconder Conversão Mostrar Emoticon Esconder Emoticons

Obrigado pelo seu comentário