1,6 milhão CDs piratas foram apreendidos em 2010

Foram 730 ações nos principais centros comerciais de todo o país e mais de 1,6 milhão mídias ilegais capturadas. Esse foi parte do saldo obtido pelas autoridades brasileiras nas operações de combate à pirataria realizadas em 2010, segundo dados divulgados pela ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software) e pela ESA (Entertainment Software Association).

Ao longo do ano pudemos acompanhar o trabalho realizado por todas as esferas da polícia e, sem dúvida, temos percebido que o crime de pirataria têm sido tratado com atenção extra. Se compararmos com os resultados alcançados em 2009, é possível observar um aumento de 10% do número de operações e de 42% no que se refere aos CDs apreendidos. São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Foz do Iguaçu foram as regiões com maior volume de mídias retiradas de circulação , comenta Antônio Eduardo Mendes da Silva, coordenador do Grupo de Defesa da Propriedade Intelectual da ABES.

O monitoramento da venda de produtos falsificados na internet também contou com reforços. De acordo com as associações, em 2010 foram retirados do ar 345 sites destinados a essa finalidade, valor 10% maior que o registrado em 2009, além de 17,7 mil anúncios.  Esse é um trabalho constante que temos desenvolvido ao longo dos últimos anos e que vem sendo ampliado. Além de parcerias com importantes sites de leilão - como o Mercado Livre, em 2010 também participamos de uma série de reuniões promovidas pelo Ministério da Cultura, que visa estudar um modelo adequado de regulamentação do uso da Internet no país , detalha Antônio Eduardo.

Segundo o executivo, um dos grandes destaques do ano também está relacionado ao trabalho conjunto feito com outras entidades e com o CNCP (Conselho Nacional de Combate à Pirataria).  Para nós é muito claro que somar esforços é o meio mais eficaz de conseguirmos resultados sólidos no combate à pirataria. Sendo assim, um dos nossos focos durante o ano foi realizar uma série de iniciativas com entidades como a APCM (Associação Antipirataria Cinema e Música), o BPG (Grupo de Proteção a Marca) e o próprio CNCP. Nesse contexto vale ressaltar os treinamentos promovidos em Curitiba e São Luiz do Maranhão, assim como o Projeto Cidade Livre de Pirataria .

Especificamente sobre o treinamento feito para agentes públicos de todo o país, em 2010 a iniciativa percorreu 10 praças   Guarulhos, Fortaleza, Florianópolis, Brasília, cascavel, Vitória, Campinas, Curitiba, Belo Horizonte e São Luiz -, capacitou 686 policiais, além de atingir 395 estudantes universitários.

Fonte: Boletim ABPD
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

O Olhar Pentecostal sempre traz as melhores novidades do meio pentecostal e também sempre abre espaço para que o público possa opinar.
Mesmo aceitando todo tipo de pensamento livre, iremos manter a moderação de publicação prezando sempre pelo respeito e organização. Desde já agradeço a todos! Mostrar Conversão Esconder Conversão Mostrar Emoticon Esconder Emoticons

Obrigado pelo seu comentário